Queres fazer parte da equipa?

Se te queres juntar a uma equipa jovem, dinâmica e ambiciosa, envia-nos a tua candidatura! Aqui vais crescer, viver o mundo do trabalho, criar impacto e fazer a diferença. Está na hora de te juntares à Gap Year Portugal!

Procuramos pessoas resilientes, que não acreditem em impossíveis e que veem a Gap Year Portugal como um motor de mudança. Há áreas que queres experimentar ou skills que queres melhorar? Queremos que esta seja a hora e o local em que possas preencher estes “gaps”: põe os teus conhecimentos em prática, descobre do que realmente gostas, vive novas experiências. Não exigimos que tenhas conhecimentos técnicos nas áreas propostas (apesar de ser um fator tido em conta), mas acima de tudo valorizamos a vontade de aprender e o esforço por fazer mais.

Somos uma organização sem fins lucrativos (ONG), pelo que todos os membros da equipa são voluntários. 

Competências de um AGYPer:

Compromisso 

Abraça este projeto com unhas e dentes. Demonstra sentido de responsabilidade.

Empatia 

Coloca-te no lugar do outro. Fortalece relações!

Resiliência

Ultrapassa momentos desconfortáveis. Mantém o foco em situações adversas! 

Inovação 

Faz um brainstorming. Está atento às novidades. Pensa mais além!

Proatividade 

Apresenta grandes ideias. Sê um motor de mudança. Luta pelo que acreditas!

Trabalho em Equipa 

Ajuda os teus colegas a ultrapassar os seus desafios. Veste a camisola!

RECRUTAMENTO ABERTO

até dia 29 de setembro

Storytelling
Comunicação

 O departamento de Storytelling é responsável pela criação de conteúdo long-form para o blog da Gap Year Portugal. Aqui pegamos no papel, na caneta ou no computador e pomos a nossa criatividade em ação. O segredo é contar sempre uma história, à tua maneira.

Se tens o bichinho da escrita a fervilhar dentro de ti, se criar conteúdo é a tua praia e se viajas pelo mundo dos blogs como ninguém, este desafio é para ti. Junta-te à nossa equipa de Storytelling e vem viajar entre palavras connosco.


Requisitos:

– Residente em Lisboa;
– Criatividade e entusiasmo;
– Forte capacidade escrita;
– Saber trabalhar em equipa;
– Poder de síntese;
– Sentido estético;
– Ter conhecimentos de WordPress.

Ser Storyteller é:
– Criar conteúdos para o blog;
– Fazer a gestão e planeamento de conteúdos em coordenação com o departamento de Marketing;
– Assegurar que a missão e valores da Gap Year Portugal estão garantidos nos conteúdos de texto;
– Colaborar com toda a equipa nos programas e eventos da associação.

Design & Multimédia
Comunicação

Designers, criativos, artistas – o core da nossa identidade gráfica e visual: desde criação de conteúdo gráfico ao conteúdo em movimento. Design & Multimédia encarrega-se da estética de toda a nossa comunicação. É o departamento que reúne designers de produtos e gráficos, fotógrafos e videógrafos. 

Criativo a todas a horas, tem ideias e materializa-as em imagens.

Requisitos:
– Elevado sentido estético;
– Disponibilidade;
– Conhecimento técnico dos seguintes programas:
1) Adobe Illustrator;
2) Adobe Photoshop;
3) Adobe InDesign;
4) Adobe After Effects (ou semelhante);
5) Adobe Premiere Pro (ou semelhante).

(Não é obrigatório ter total conhecimento dos programas acima mencionados)

Ser designer é:
– Criar a imagem de forma coesa;
– Produzir grafismo de campanhas;
– Produzir vídeo;
– Branding;
– Criação de conteúdos online e offline.

Marketing
Comunicação

Os marketeers são o megafone da equipa. Estão na linha da frente, têm contacto direto com os futuros gappers e o seu principal objetivo é chegar a mais jovens e pô-los a mexer. É o departamento que passa a palavra através das redes e offline.

Estar na linha da frente implica que sejas: criativo, resiliente, proativo, dedicado, inovador, atento às novas práticas e um comunicador nato. 

Requisitos:
– Residente em Lisboa;
– Forte sentido estético;
– Boa capacidade de comunicação escrita;
– Pensamento analítico;
– Autonomia;
– Conhecimentos técnicos básicos de programas de Design e edição de imagem;
– Orientação para objetivos e resultados;
– Capacidades de planeamento, organização e gestão.

Ser marketeer é:
– Gerir redes;
– Criar conteúdos digitais;
– Desenvolver campanhas online e offline;
– Analisar dados e resultados;
– Definir novas estratégias e abordagens.

Recursos Humanos
Recursos Internos

A Gap Year Portugal é composta por voluntários e todos são determinantes para o sucesso da nossa organização. O departamento de Gestão de Recursos Humanos potencia o talento de todos os que constituem a equipa e está presente em todos os momentos – desde formações a team buildings.

O departamento tem como missão a valorização dos membros da equipa, assegurando a sua formação, compromisso, motivação e proatividade, de forma a criar uma equipa cada vez mais motivada, coesa e capaz.

Requisitos:
– Residente em Lisboa;
– Boa capacidade de comunicação;
– Capacidades de planeamento e organização;
– Atenção ao pormenor;
– Ter um forte sentido de compromisso;
– Ser uma pessoa de pessoas;
– Empatia.

Ser RH é:
– Planear formações gerais e específicas para a equipa;
– Desenvolver team buildings e momentos de equipa;
– Acompanhar o progresso dos elementos da equipa;
– Aplicar e analisar o ciclo de desempenho e desenvolvimento;
– Promover a comunicação interna através de newsletters internas, contacto constante com os diversos membros da equipa, entre outros;
– Organizar os processos de recrutamento e seleção.

Fundraising
Recursos Internos

Os Financeiros devem responder ao desafio de criar mecanismos de autofinanciamento que assegurem a sustentabilidade da Gap Year Portugal. Se tens muita vontade de aprender, espírito de iniciativa e não tens medo de arriscar, este é o lugar certo para ti. 

Como ONG, o financiamento é um ponto decisivo da organização. Está nas tuas mãos fundar grandes parcerias e desenvolver capacidades de negociação à séria.

Requisitos:
– Residente em Lisboa;
– Criatividade;
– Proatividade;
– Determinação;
– Ótima capacidade de comunicação escrita e oral;
– Capacidade de negociação e argumentação;
– Visão a longo prazo.

Ser Financeiro é:
– Apresentar propostas de patrocínios a entidades privadas e públicas;
– Acompanhar os patrocinadores;
– Definir novas estratégias de fundraising;
– Criar mecanismos de autofinanciamento;
– Pesquisar e candidatar-se a programas de financiamento promovidas por outras entidades.

Organização de Eventos
Comunicação

Desde grandes eventos a breves presenças, aqui trata-se de toda a logística para que esse momento aconteça. Desde contactos, a orçamentos, organização de espaços e muita capacidade de resiliência – são as keywords.

Organizar eventos significa atenção ao detalhe, criatividade e capacidade de resolução de problemas. Esta equipa tem em mãos o nosso maior evento – o Gap Year Summit -, mas também eventos de menor dimensão, sessões de networking com stakeholders e mais atividades.

Requisitos:
– Residente em Lisboa;
– Ótima capacidade de comunicação oral e escrita;
– Capacidade de resolução de problemas;
– Criatividade;
– Capacidade de negociação;
– Curiosidade;
– Boas relações interpessoais.

Organizar eventos passa por:
– Fazer muitos contactos;
– Criar orçamentos;
– Desenhar dinâmicas de um evento;
– Ter soluções A, B, C, (…) para eventuais imprevistos;
– Organizar a logística e prazos adjacentes;
– Planear a execução.

Relações Externas
Comunicação

De modo a que todo o nosso trabalho seja eficiente, procuramos orientar todas as ações comunicacionais feitas juntos dos nossos parceiros, sejam eles atuais ou potenciais, na direção certa. Assim, expomos uma imagem credível a entidades que nos podem ajudar a crescer e, consequentemente, a espalhar a nossa mensagem com um maior impacto.

Vivemos num ecossistema, por isso, trabalhamos em conjunto com os nossos parceiros para alcançar resultados que são relevantes para ambas as partes e o departamento de relações externas assume um papel fulcral nesta tarefa.

Requisitos:
– Residente em Lisboa;
– Criatividade;
– Proatividade;
– Determinação;
– Ótima capacidade oral e escrita;
– Ousadia.

Ser Relações Externas é:
–  Expor a melhor forma para comunicar com os parceiros;
– Definir a melhor forma de comunicar futuras propostas de parceria;
– Procurar estratégias de comunicação que criem uma relação entre a GapYear Portugal e o parceiro em questão;

– Transmitir o conceito da Gap Year Portugal e o seu propósito junto da comunidade.

Gabinete de Apoio ao Gapper
Apoio ao Gapper

Queres ser o motor que põe os jovens portugueses a seguir os seus sonhos? Este é o teu lugar. O Gabinete de Apoio ao Gapper é responsável por apoiar todos aqueles que gostariam de realizar um gap year, nos processos de planeamento e organização. No fundo, ajudamos a transformar o sonho em realidade. Está na hora de os ajudar!

O Gabinete de Apoio ao Gapper é responsável por apoiar o planeamento do gap year dos jovens que nos contactam através de um processo de mentoria e pela divulgação dos nossos projetos, produtos e parcerias junto dos gappers.

Requisitos:

– Boa comunicação oral e escrita;
– Ter realizado um gap year;
– Boa postura;
– Criativo;
– Organizado.

Estar no Gabinete de Apoio ao Gapper é:

– Esclarecimento de dúvidas por email;
– Reuniões individuais de mentoria e apoio ao planeamento;
– Criação de conteúdo com mensagens padrão sobre dúvidas colocadas;
– Organização de workshops;
– Criação de vídeos de Apoio ao Planeamento e Organização do gap year.

Gestão de Projetos
Apoio ao Gapper

Este departamento faz acontecer. Aqui estão os desenrascados, os comunicadores, os organizados, os que mantêm a postura e que reúnem com as mais diversas organizações. São os que desenvolvem projetos (quase) do zero e os fazem crescer!

Chegou a hora de pôr mãos à obra e desenvolver grandes projetos! Este é o departamento que procura impactar a geração do futuro e assim, a sociedade que nos rodeia. Mas para tal, necessitamos de ti, tu que sonhas inovar, tu que desejas iniciar a tua carreira na área da logística e desenvolver os teus skills profissionais em projetos pioneiros que estão a marcar esta e as próximas gerações.

Requisitos:
– Residente em Lisboa;
– Boa comunicação oral e escrita;
– Persuasão;
– Determinação;
– Elevado sentido de organização;
– Orientação para resultados.

Ser Gestor de Projetos é:
– Definir e implementar a estratégia do projeto;
– Estabelecer contacto com as universidades, parcerias e patrocínios;
– Ser o elo de ligação entre empresas/patrocinadores e participantes;
– Elaboração de relatórios, booklets e apresentações;
– Criar e pôr em ação o plano de comunicação do projeto;
– Planificação de projetos e atividades.

CV & Carta de Motivação em anexo