CONCURSO GAP YEAR PORTUGAL

Hey tu, que plano levas na mochila?

Em troca da resposta à pergunta acima, podes ganhar 5.000€ (candidatura individual) ou 6.500€ (candidatura dupla) para passares do plano à prática e rumares ao gap year – uma parceria entre a Gap Year Portugal e Fundação Lapa do Lobo.

CANDIDATURAS ATÉ 9 DE JUNHO

Quais são os países que tens apontados na tua bucket list?
O que gostarias de fazer durante um gap year?
Por quanto tempo queres estar fora?
Quanto tencionas gastar com estadia, alimentação e transportes?


Todas estas perguntas apontam para um futuro longínquo e hipotético, achas tu. Mas tens, no presente, todo um mundo por explorar, lugares por visitar, culturas para conhecer, pessoas diferentes com quem conviver. Por que não fazes a mochila e vens viver esta experiência?

Este é o nosso objetivo, ajudar-te a passar do plano à realidade, mostrar o quanto podes fazer por ti mesmo e pelo mundo, e o quanto podes crescer ao saíres da tua zona de conforto.

O Concurso Gap Year Portugal é a tua oportunidade para mostrares quais são os objetivos e planos que tens para a tua viagem. É a oportunidade certa para pôr todas as ideias em prática, sem ter o budget como problema, chamamos-lhe “a cereja no topo do bolo”. É a oportunidade de ires e de viveres! 

até 9 de junho

passo-low-budget

QUAIS SÃO OS PONTOS MAIS VALORIZADOS? 

  • Impacto – em ti e no mundo
  • Interligação com algum plano/sonho/objetivo pessoal
  • Experiências em que te envolverás
  • Criatividade
  • Detalhe

Plano do gap year
Curriculum Vitae
Comprovativo de data de nascimento

Comprovativo de habilitações

FICHEIROS PARA CANDIDATURA

TESTEMUNHOS

Beatriz Pamplona e Pedro Spínola – Vencedores do Concurso Gap Year Portugal 2018

“Terminaram o curso? Parabéns! E agora?”. Esta é a pergunta que mais ouvimos nos últimos meses, seguida de tantas outras como: então e doutoramento? Estão cheios de vontade de ganhar dinheiro, não é? Já enviaram currículos? Já estão no LinkedIn? E daí em diante… Mas não fomos apanhados desprevenidos; depois de cinco anos a completar um mestrado em engenharia, já antecipávamos este momento há algum tempo e, com ele, esta chuva de perguntas.

Só soubemos da existência do concurso a um mês deste encerrar, mas era tudo o que estávamos à procura! Lançámos mãos à obra para nos candidatarmos e, quanto mais o projeto se desenlaçava, maior se tornava a nossa certeza em relação a este futuro. Nunca fizemos uma viagem assim, durante tanto tempo e de trouxa às costas. Mas não queremos viver numa casa sem conhecer todas as suas divisões, a beleza dos seus cantos e recantos, a humanidade da sua gente.

Ana Rita Soares – Vencedora do Concurso Gap Year Portugal 2017

Esta vontade interminável de tornar o “talvez um dia” para o “é agora”, levou-me a participar no concurso da Gap Year Portugal. Acabei por ganhar e ganhei muito mais do que o que alguma vez imaginei.

Ganhei uma nova forma de encarar a vida tornando-me numa pessoa muito mais aberta para abraçar o desconhecido. E surpreender-me com a beleza do mesmo. Viajar é descobrir o mundo enquanto nos re-descobrimos a nós próprios. A todos vocês que este ano estão desse lado, fartos de sonhar e prontos para tornar o vosso sonho realidade, só vos posso dizer para se deixarem inspirar e dedicarem-se. A recompensa vale mais do que a pena!

João Bonifácio – Vencedor do Concurso Gap Year Portugal 2016

É voltar a viajar, sabendo que a missão foi cumprida. Valeu pelos sorrisos que queria que eles tivessem, pelas muitas brincadeiras que tive com eles, pelos lugares que tive oportunidade de conhecer que o turista normal não tem. Valeu a pena pelos olhares de todos enquanto me chamavam “prof” para brincar com eles ou ajudar com os trabalhos de casa. (…)

A mochila vai mais vazia com a quantidade de coisas que já perdi, eu vou com mais uma experiência, com mais vontade de viver, de ser feliz, de aproveitar os momentos e, de sorrir. O tempo não volta atrás e, é um orgulho imenso olhar para o que fiz neste meio ano longe de Portugal.

João Amorim e Tamara Brandão – Vencedores do Concurso Gap Year Portugal 2015

Enquanto estudava pensava sempre no que ia fazer depois. Sabia que queria viajar, fazer voluntariado, conhecer pessoas e culturas diferentes. Eu tinha a certeza que para conseguir definir o que eu queria fazer na minha vida e no meu trabalho, eu precisava de sair. Precisava de viajar, de ver coisas diferentes e caminhar noutras direções, precisava de conhecer outras pessoas e outras ideias.

O que eu aprendi na viagem, o que eu vivi e o que eu dei são coisas preciosas que agora ao fim de 2 anos continuam presentes no meu dia-a-dia. A viagem transforma-nos e dá-nos ferramentas para construirmos a nossa forma de ver as coisas, de viver, de agir e reagir, de autonomia, independência, de certezas e de ideais. A viagem permite-nos construir a nossa personalidade, aquilo que nós somos, sem influências, sem certos ou errados. Abrimos a mente para a genuidade e a diferença. Para a partilha e a generosidade.

QUERES PLANEAR O TEU GAP YEAR?

FAQs

Quais são as informações necessárias para a candidatura?

As informações e documentos pretendidos são:

  • CV;
  • Carta de Motivação;
  • Plano de custos;
  • Detalhar quais serão os meios de deslocação entre cidades, países e etc;
  • Caso contenhas, no plano, a intenção de fazer voluntariado, estagiar ou trabalhar é necessário comprovativo de como houve contacto com a entidade.

Termino a licenciatura este ano. Devo pedir, na faculdade, um comprovativo de como estou a frequentar o último ano de licenciatura ou outro tipo de papel?

Caso ainda não tenhas terminado a licenciatura até ao prazo de submeteres a candidatura terás de pedir uma declaração à faculdade de como irás acabar a licenciatura.
Caso já tenhas acabado a licenciatura é necessário o certificado.

Quais serão os critérios de avaliação?

Para avaliar o projeto ter-se-á em conta:

  • Estrutura do Projeto, ou seja, se contém toda a informação pedida;
  • Originalidade tanto do plano gap year como do modo de apresentação;
  • Fiabilidade do projeto.

Não irei concluir o meu ciclo de estudos este ano, apenas deixarei uma disciplina/cadeira em atraso. Poderei participar?

Infelizmente, não. Apenas poderás participar se até à data de início do teu gap year tenhas o ensino secundário ou licenciatura concluída.

Irei terminar o meu doutoramento este ano. Contudo, já tenho 28 anos, poderei participar?

Infelizmente, não. Até à data de início do teu gap year terás de ter até 27 anos.