Parte para o teu gap year com estas dicas

Tendo 2020 sido um ano de pausa e de reflexão, decidimos em equipa lançar um conjunto de dicas que, bem aproveitadas e adaptadas à realidade de cada pessoa, poderiam ser o pontapé de saída para um gap year assim que a pandemia decidisse amainar. De abril a julho fomos partilhando no nosso Instagram um conjunto de possibilidades, de ideias e até de hipóteses que tu foste agarrando, guardando e dando a conhecer à tua comunidade. 

Agora em 2021, e ainda sem fim à vista nesta situação global (uma melhoria por cá não implica uma melhoria noutro destino e vice-versa), decidimos compilar tudo em alguns artigos aqui pelo blog para te facilitar a vida. Já temos tanto com que nos preocupar nos nossos dias, que ficamos contentes em ajudar pelo menos um pedacinho que seja. E mesmo a tempo de fazeres a tua candidatura para o Concurso Gap Year Portugal.

 

Pensar é a chave para agir

É muito importante que, antes de te lançares naquela que será a aventura da tua vida, te questiones. Primeiro que questiones o porquê de quereres realizar um gap year. O que significa para ti esta pausa? Quais são os teus objetivos? O que pretendes ganhar? Para muitos, este passo pode parecer óbvio, mas nunca é demais salientar a sua importância. Dá-te tempo para refletir, para imaginares o que queres. Imagina e pondera sobre o que te deixaria mais realizado/a, o que te faria mais feliz, e, principalmente, o que te parece ter mais a ver contigo. É que este ano não é um ano para agradares os teus pais, nem os teus amigos, nem os teus professores. É um ano teu e para ti, para o teu crescimento e de acordo com os teus próprios valores.  O primeiro a fazer é pores, de facto, as tuas ideias em ordem para agires de acordo com elas.

rapariga sentada em estrutura a contemplar a cidade

Colômbia. Fotografia por António Mesquita

 

Mil e uma noites de possibilidades

Um gap year é uma história que, ao contrário do que comummente se pensa, pode tomar várias formas. Quem decide como a vai escrever és tu, e só tu. Um gap year é uma viagem. É, sim senhor. Mas não é só isso. É a tua história de reflexão, consciencialização, descoberta, aprendizagem e crescimento, que pode ser contada de formas que nunca imaginaste. Sabias que um gap year pode ser, também, sinónimo de uma experiência de voluntariado? Sabias que algo que encaras de modo tão trivial, como estagiar ou estudar lá fora, pode ser uma maneira de escreveres o teu caminho? E que ao aprenderes a língua de Xerazade, ou outra língua qualquer, estás, de igual forma, a contribuir para o teu futuro? Está nas tuas mãos decidir como queres que seja o teu gap year. Mas antes queremos que conheças este livro de possibilidades que se abriu à tua frente. 

dois rapazes a descontraírem com vista para a cidade

Colômbia. Fotografia por António Mesquita

 

Categorias

0 Comments

Trackbacks/Pingbacks

  1. Parte para o teu gap year com estas dicas (II) - Gap Year Portugal - […] semana passada falamos-te de duas dicas que podes pôr em prática antes de começares a planear o teu gap…

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Share This