Uma viagem pelo mundo inteiro que se faz sentado e sem sair de Portugal

Portugal está na moda e os turistas não param de chegar. Em Lisboa e no Porto são cada vez os restaurantes, lojas e cafés a inaugurar semanalmente. Vê-se em todos os cantos e recantos estrangeiros a experimentarem bacalhau cozido, alheira transmontana, pastéis de nata ou peixinhos da horta e a adorarem!

Ver aquele olhar curioso e meio desconfiado de um turista a mirar ovos com farinheira ou percebes, dá-te logo vontade de comprar um bilhete daqui para fora, não é? Worry not – enquanto esperas pela tua próxima viagem podes sempre viajar sentado à mesa.

Que comece a tua próxima viagem pelo mundo através dos restaurantes lisboetas e portuenses!

 

Argentina

A nossa viagem pelo mundo começa na América Latina. O país de entrada? Argentina. No Porto tens dois restaurantes do chef Mauricio Ghiglione dedicados a duas delícias argentinas: o El Argento é dedicado às típicas empanadas, o Belos Aires à mundialmente famosa carne argentina.

Na capital já deves ter ouvido falar da Empanaderia El Pibe, mas se te apetecer carne, experimenta a El Chanta Rotiseria, uma churrasqueira tipicamente argentina, ou regressa ao Café Buenos Aires, um estabelecimento que já tem fama própria há largos anos.

Geórgia

O pequeno país europeu não se ficou por menos na capital lisboeta. O Treestory parece pequeno visto por quem passa na rua, mas esconde uma enorme esplanada na parte de trás, perfeita para noites de verão e abrigada o suficiente para dias de inverno. Aproveita este pequeno segredo enquanto experimentas delícias georgianas.

Índia

Se estás pelo Porto e nunca te aventuraste pela comida italiana, o Mendi é capaz de ser um bom sítio para a tua primeira vez – é o restaurante indiano mais antigo no Porto, que conta com 20 de existência na Boavista

Em Lisboa, The Darjeeling Express pediu emprestado o nome ao filme de Wes Anderson, “Darjeeling Limited”, e, tal como a última parte do nome indica, aqui é tudo to go; o Jesus é Goês é assim apelidado em honra do nome do dono e é um sítio com apenas 16 lugares e comida muito boa; e se quiseres ficar a conhecer a gastronomia indiana de uma assentada, vai ao Chutnify e pede o menu de degustação.

Irão

Em Lisboa existem três restaurantes dedicados à gastronomia iraniana: no 1001 Nights podes comer pão Naan e demais delícias; no Cafe Tehran servem-se alguns pratos da cozinha do país natal da dona iraniana que vive em Portugal desde os 2 anos e no Rose, para além dos ex-libris iranianos, tens outros pratos associados ao Médio Oriente, como o kebab.

Japão

Neste país asiático, o sushi não é tudo…o ramen também é rei e senhor. Se te quiseres aventurar a mostrar os teus skills com pauzinhos e não tiveres vergonha de sorver noodles à boa maneira japonesa (com muito barulho e sem medos), no Porto tens o RO, nos Aliados, e o Japo – Tokyo Flavours, instalado no District. Já em Lisboa, opções não te faltam: no Happy Noodles podes ver tudo o que se passa na cozinha; tens o Afuri, uma marca de restaurantes japoneses que se instalou no Chiado e que tem 6 tipos de ramen; o Bonsai, o mais antigo restuarante japonês da capital; ou o pequeno Kokoro Ramen Bar, com apenas 16 lugares e que apenas serve ramen.

Líbano/Síria

A comida libanesa é para partilhar e comer com as mãos. Deixa os talheres de lado e vai ao Fenícios, um dos primeiros restaurantes do Líbano na capital; prova húmus e mezze no Za’atar do Chef Avillez ou prova comida libanesa feita com ingredientes portugueses no Muito Bey. No Mezze, no Mercado de Arroio, uma família de refugiados sírios dá a conhecer sabores como baba ganoush, húmus ou falafel.

Na Invicta opções também não te faltam: um casal, ele sírio e ela portuguesa, assentou arraiais no Porto e servem pratos sírios, libaneses, turcos e gregos no Sabores do Sebouh; no Bola Falafel podes experimentar pratos típicos do Médio Oriente, sendo o único restaurante exclusivamente kosher em Portugal.

México

Estás pronto para enfrentar o picante com a ajuda de tequilla ou mezcal? A verdade é que não faltam restaurantes mexicanos na capital portuguesa. Em Lisboa são tantos que precisarias de mais de uma semana para os visitar a todos: Las Ficheras, Barra Cascabel, Chérie Paloma, Coyo Taco, Izcalli Antojeria, Pistola y Corazón, La Siesta, El Clandestino…boa sorte a escolher onde vais jantar!

No Porto a situação inverte-se e, se calhar felizmente, a oferta é menos extensa, por isso pode ser mais fácil na hora da decisão: tens o Frida, na zona de Bombarda e La Cantinita e O Burrito ficam os dois na Baixa do Porto.

Nepal/Tibete

Em Lisboa as duas grandes referências são a Casa Nepalesa, onde se segue a tradição, com pão feito num forno de carvão e massa de chamuça esticada à mão, e os Tibetanos, um local de referência na capital há 40 anos e que só tem pratos vegetarianos.

Peru

Por Lisboa tens a Cantina Peruana, do Chef Avillez, é um dos mais conhecidos na capital. Espreita também o Segundo Muelle, que faz parte de um franchise do grupo Portugália, e A Cevicheria, do Chef Kiko, e que tem o muito fotografado polvo no tecto.

Já na Invicita, se quiseres comer ceviche existem três boas opções, de seu nome Frida, Panca e Ikeda.

Rússia

A Tapadinha e o Stanislav são os dois destinos de eleição na capital portuguesa se te quiseres aventurar pela gastronomia russa. No Porto não há que enganar: o Restaurante Moscovo vai ser o teu destino.

Tailândia/Pan-asiáticos

A loucura por pratos asiáticos tomou Lisboa de assalto e parece que veio para ficar. O Soão é uma taberna asiática com pratos de 6 países asiáticos; o Soi foca-se na street food asiática, com destaque para a tailandesa e o Boa-Bao, que também já existe no Porto, tem pratos da Tailândia, do Vietname, do Laos, do Camboja, da Malásia, da Coreia, do Japão e da China.

No Porto experimenta a nova atração: no Bao’s Taiwanese Burgers reina a comida de rua de Taiwan, cuja estrela é o Gua Bao.

[Fotografias retiradas do Unsplash]

Categorias

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Share This