Road Trip Gap Year Portugal, um projeto que dá que falar

Todos os anos, a Gap Year Portugal percorre o país para motivar os jovens portugueses e consciencializar para o conceito de gap year. O ano 2019 não foi exceção: no dia 3 de janeiro, o projeto Road Trip Gap Year Portugal by MOCHE arrancou para cerca de 90 escolas, difundindo o conceito de gap year por, aproximadamente, 100.000 alunos do ensino secundário, durante três meses, até ao dia 5 de abril.

Image from iOS

O projeto surgiu depois de várias escolas terem contactado a Gap Year Portugal para dar palestras sobre o gap year. Esta necessidade, bem como o espírito e vontade de crescimento da equipa, levaram ao nascimento da Road Trip Gap Year.

Sendo uma iniciativa tão grande, nada seria possível sem a equipa composta por cerca de dez pessoas, que, ao longo do ano, trabalha para que tudo funcione na perfeição e, claro, sem a ajuda de patrocinadores. O main sponsor da Road Trip é o MOCHE, mas existem também parcerias com a Landescape, a Iati e a MonteCampo.

Ainda assim, todos os dias surgem desafios. Há toda uma organização de logística escondida por trás deste empreendimento: desde combinar horários com escolas e contabilizar os alunos presentes até garantir uma boa relação com todos os parceiros, assegurando que os objectivos estipulados são cumpridos e que os palestrantes se sentem motivados.

Deste modo, sabemos que não há nada melhor do que ouvir histórias reais, pelo que a equipa de palestrantes é composta por vários gappers: João Amorim, Guilherme Afonso, Marta Grilo, TravelB4Settle (Miguel Costa e Matilde Leitão) e Fernando Vaz. Tendo passado por todos os cantos do mundo, o que não vai faltar nas suas palestras são histórias reais que viveram durante o seu gap year e que mudaram para sempre as suas vidas.

A quem se questiona sobre o impacto que este projeto pode ter na vida de um estudante do ensino secundário, podemos dizer que já alguns jovens fizeram um gap year após ouvirem as palestras. Mas o impacto não se nota apenas em números: se noutros países fazer um gap year é algo perfeitamente normal, em Portugal parece continuar a haver um certo preconceito e receio desta experiência. Por isso, podemos dizer que um dos principais objectivos desta iniciativa é abrir os horizontes dos estudantes, mostrar que há algo mais para além do caminho considerado habitual, mesmo que eles optem por prosseguir os estudos. Lutamos diariamente para uma sociedade mais humana, mais capaz, mais ativa, mais autónoma e mais consciente para o futuro e é precisamente isso que a Road Trip tenta dar através do contacto com estudantes, professores e auxiliares de educação. Queremos abrir a mente daqueles com quem nos cruzamos, para confirmar que os jovens podem escolher o seu próprio percurso.

Este ano, até existe a possibilidade de participares num passatempo, patrocinado pela agência de viagens Landescape, que vai dar a oportunidade de ganhar uma viagem completamente financiada aos Balcãs, no leste da Europa, de 29 de junho a 12 de julho, a um estudante do ensino secundário.

Do que estás à espera? Se a Road Trip ainda não passa na tua escola, podes contactar-nos e ganhar a oportunidade de ouvir em primeira mão histórias realmente inspiradoras e espalhar a mensagem: toda a gente pode fazer um gap year e escolher o seu próprio rumo!

IMG_6863

2 thoughts on “Road Trip Gap Year Portugal, um projeto que dá que falar

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *