Experiências Académicas, um programa cheio de oportunidades

Querido leitor,

Começo este texto com um pedido: que feches os olhos e imagines um mundo em que toda a gente que quisesse seguir para o ensino superior pudesse escolher o seu curso com toda a certeza e sem se vir a arrepender no futuro.

Porventura parecerá demasiado idealista e utópico, mas, a verdade é que talvez esta realidade não esteja assim tão longe.

Eis a questão: segundo dados da Direção Geral de Estatística da Educação e Ciência (DGEEC), no tempo decorrido entre os anos letivos de 2011/12 e 2014/15, cerca de 30% dos alunos inscritos abandonaram o Ensino Superior e outros 11% continuavam inscritos, mas tinham mudado de curso. Ora, as razões para estes dados são várias e difíceis de apurar, mas pelo menos uma parte de todos estes alunos terão contribuído para estas estatísticas por terem achado que o curso em que entraram não servia as suas expectativas.

Mas isto pode mudar. Nós temos a solução!

O programa Experiências Académicas oferece uma gama de escolhas bastante alargada: dá a possibilidade de experimentar até três cursos, escolhidos entre mais de cem de várias universidades, espalhados por todo o país, e a opção de concorrer a partir de janeiro! Se acabaste o secundário e não estás a frequentar o ensino superior ou se decidiste abandonar o curso que estavas a fazer, então não deixes escapar esta oportunidade!

Até agora, já ganhei muito mais do que perdi (se efectivamente tiver perdido alguma coisa), e muito mais está para vir.

Eu decidi experimentar três cursos diferentes, em diferentes universidades e faculdades, e sei quantas certezas este programa me deu. Se antes não sabia exatamente o que gostaria de fazer, agora tenho a certeza do que quero e do que não quero, além de ter podido falar com muitos outros alunos que me deram a sua opinião sobre os cursos que experimentei. Em nada me arrependo de ter parado para viver este momento que me fez crescer tanto e aprender imenso.

A quem se questiona sobre a utilidade de uma experiência destas, apenas posso dizer que não fazemos parte de uma sociedade estática, parada no tempo. Podemos mudar, ver por novas perspetivas. Há trinta anos, seria praticamente impossível simplesmente parar para ponderar uma hipótese fora daquilo que era considerado um percurso normal. Há cinquenta anos, não poderia estar a escrever este texto, sob o risco de que as minhas simples palavras me devolvessem um castigo em vez de uma mudança de paradigma. Há cem anos, sendo mulher, não poderia ter escrito este texto porque se calhar nem teria ido à escola. E hoje? Hoje, eu escrevo este texto porque quero contribuir para uma sociedade mais aberta, em que toda a gente se possa informar e escolher o seu caminho, baseando as suas decisões na sua própria experiência e vontade e não no que as outras pessoas querem.

O programa Experiências Académicas é só uma pequena forma de ajudar. Todos podemos contribuir para que os jovens estejam mais informados e que conheçam melhor as oportunidades que existem por aí. Podemos contar contigo para isso?

– Helena Fonseca

2 thoughts on “Experiências Académicas, um programa cheio de oportunidades

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *