Multiway: Aupair nos Estados Unidos

A experiência de ser uma Aupair nos Estados Unidos inspirou-a e, hoje, Rita gere o seu próprio negócio de venda online de mixes para Cookies & Cakes. Foi no ano de 2000 que Rita Nascimento aterrou no solo americano e deu por si com uma segunda família. Hoje em dia, ainda mantém o contacto com eles e guarda uma enorme saudade dos tempos em que viveu em Filadélfia.

Testemunho de Rita Nascimento


Foi na escola, numa aula de inglês, que fiquei a saber o que era uma Aupair. Logo naquele momento gostei do conceito e fiquei a pensar que gostaria de ter essa experiência no futuro.

Os anos passaram e chegou o momento em que decidi que era a altura certa para embarcar nessa aventura. Procurei uma agência em Portugal que pudesse tratar do processo e foi assim que fui parar à Multiway. Muito rapidamente trataram-se das burocracias: entrevistas, cartas, fotos, papeladas, etc., e passado muito pouco tempo recebi um telefonema de uma família americana. Deram-me algumas informações básicas deles: tinham 2 crianças (um menino de 5 anos e uma menina de 7) viviam em Filadélfia e eram judeus. Essencialmente era tudo o que eu sabia e mais não precisei para decidir que eles seriam a minha família durante o próximo ano. Poucas semanas depois fiz as malas e as despedidas.

Aterrei em Nova Iorque em Novembro de 2000, eu e mais cerca de 70 raparigas de todo o mundo, mas sobretudo alemãs, visto que ser Aupair é muito comum na Alemanha. Eu, claro, era a única portuguesa… Depois de uma semana de orientação sobre o programa, lá partimos para as respectivas cidades e famílias.

Lembro-me do misto de emoções que senti na altura, por um lado uma ansiedade enorme por conhecer a família, a casa, o sítio, por outro lado imensas dúvidas: será que vão gostar de mim? Será que vou gostar deles?

Cheguei ao aeroporto de Filadélfia e lá estavam à minha espera a Cyndie (a mãe), a Zoe e o Tyler. Em casa conheci o pai, o Dave, o cão e os gatos. Esta família tornou-se na minha família de verdade, e são a minha família até hoje.

Costumo dizer, quando me perguntam sobre a minha experiência como Aupair nos Estados Unidos, que o meu caso foi atípico. E foi atípico porque adorei tudo! Adorei a família, o sítio, os amigos que fiz, as experiencias que tive, tudo! Conheci muitas Aupairs e sei que nem sempre se adora tudo, nem sempre se tem “the all package”. Mas eu tive, eu fui uma sortuda!

O meu dia-a-dia, apesar de ter actividades rotineiras, era sempre diferente. De manhã as crianças estavam na escola e eu ia ao ginásio, estava com as minhas amigas (a maior parte também Aupairs que entretanto fui conhecendo), passeava, etc. À tarde ia buscar a Zoe e o Tyler à escola e ficava com eles: íamos ao parque, preparava-lhes o lanche, ajudava nos TPC da Zoe, víamos filmes, íamos à biblioteca ou brincávamos. Tomar conta de crianças é das coisas mais difíceis que já fiz, põe a nossa imaginação e paciência à prova constantemente. Mas a relação/ligação que desenvolvi com eles os dois é realmente compensadora.

Rita Nascimento Foto
Tyler, Zoe e Rita

Fiz muitas amizades, viajei muito, experimentei todas as “americanices” que queria, estudei, assisti ao 11 de Setembro de relativamente perto, fui a Nova Iorque umas 20 vezes, fiz uma road-trip pela Califórnia, aprendi muitas coisas, contactei com pessoas de todo o mundo, comi e apaixonei-me pelas gulodices americanas, melhorei o meu inglês (e espanhol, pelo convívio com tantas mexicanas), ri, chorei, mas sobretudo ganhei uma família nova.

Até hoje os laços que criei durante aquele ano perduram. Já fui visitar a minha família algumas vezes e estou sempre em contacto com eles. A Zoe já vai fazer 19 anos e o Tyler 17, e estão maiores do que eu! São uns miúdos incríveis e adoro que façam parte da minha vida. Ainda este Março estive com eles! Com amigas que fiz também, ainda hoje, mantenho uma ligação forte, apesar das distâncias que se vão contornando com a ajuda da internet mas daqui a 3 semanas vou à Africa do Sul ao casamento da minha melhor amiga da altura, a qual não vejo há 11 anos!

Rita e Tyler
Rita e Tyler

O ano passou a correr… nem queria acreditar que já era hora de voltar a Portugal. Voltar foi difícil, levei um bom tempo a readaptar-me. Mas esta experiência abriu-me o apetite! Pouco tempo depois embarquei para Espanha para estudar pastelaria (não conseguia esquecer aqueles cookies!). Depois fui trabalhar para Itália e Reino Unido, mas por fim acabei por voltar a casa. Hoje, tenho um pequeno negócio próprio de venda online de mixes para Cookies & Cakes, muito inspirados na minha estadia pelas terras do tio Sam!

pic
Rita no seu trabalho na Cookies & Cakes

Sabe mais sobre o programa de Aupair da Multiway em: http://www.multiway.org/pt/cursos/pais/estados-unidos/programa-au-pair-nos-eua

Gapyear

gapyear

Test desc

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *