NÃO SABES COMO FINANCIAR O TEU GAP YEAR?

TRABALHAR PODERÁ SER UMA SOLUÇÃO.

freestocks-org-570357-unsplash

TRABALHAR NO ESTRANGEIRO

Com a empresa Ano Sabático também tens a opção de trabalhar em hotelaria e restaurantes pelo mundo fora e receber um salário.

Trabalhar num hostel em troca de alojamento e alimentação: encontras facilmente este tipo de work away nesta plataforma ou mesmo pela tua própria iniciativa, se falares com os donos de hostels, restaurantes ou bares por onde passas, dado que é uma prática muito comum em vários países.

Trabalhar numa quinta – woofing: a partir desta prática podes ajudar agricultores e perceber melhor o funcionamento da agricultura biológica. Neste site consegues encontrar inúmeras quintas em diferentes países.

TRABALHAR EM PORTUGAL

Arranjar um part-time ou full-time poderá ser uma mais valia para mostrares aos teus pais que estás focado no teu objetivo – fazer um gap year – e de juntares dinheiro para o mesmo.

Tens uma variedade de trabalhos de curta e longa duração destinados para ti na área de restauração, hotelaria, promoção de eventos e entre outros.

Precisas apenas de decidir qual o melhor trabalho temporário para ti.

andrew-neel-308138-unsplash

TESTEMUNHOS

Joana Neto – Programa Au Pair através da empresa Ano Sabático

Entrei nesta aventura por querer tirar um Gap Year antes de ingressar na faculdade e, tendo já ouvido falar do programa, achei que seria uma boa opção e que ia ao encontro daquilo que procurava num Ano Sabático.

Estive neste programa na Islândia a cuidar de crianças em casa de uma família, durante apenas 5 meses, e posso dizer com toda a certeza que foi a melhor experiência da minha vida até hoje!

Todo o processo com a equipa da empresa do Ano Sabático foi muito rápido e facilitado e, mal dei conta, já tinha uma entrevista marcada com uma família que procurava o mesmo que eu nesta experiência, uma boa troca de culturas e perspetivas.

Depois, foi só comprar os bilhetes e voar para o paraíso na Terra, a Islândia!

Raquel e Rita – Programa Trabalhar em Herdades e Quintas através da Empresa Ano Sabático

Inscrevi me neste programa em conjunto com uma colega de curso, a Rita. Unidas pela vontade de viajar e conhecer novos sítios e culturas, partimos rumo, ao que se veio a tornar na melhor experiencia das nossas vidas.

Ficámos alojadas numa quinta, relativamente isolada, com uma família com um filho, um cão, que foi adquirido enquanto lá estávamos, 3 patas, cerca de 30 vaquinhas leiteiras e os seus bezerros.

O nosso trabalho passava, entre outras coisas, por ordenhar as vacas 2 vezes por dia, às 6 da manhã e às 3 da tarde, limpar os estábulos, pôr relva para elas comerem durante o dia, enquanto as ordenhávamos; isto no primeiro e um pouco no segundo mês. Depois, elas passavam a estar cá fora, no pasto. É muito giro ver a primeira vez que as vacas saem para o pasto, depois de passarem o Inverno fechadas no estábulo… mais não digo, para não estragar a surpresa!

Descobre mais em: http://gapyear.pt/blog/gap-year-na-noruega-melhor-forma-conhecer-um-pais-vivendo-os-nativos/

QUERES PLANEAR O TEU GAP YEAR?