Gap Year
Gap Year
Gap Year
Gap Year
Gap Year
Topo35 Topo21 Topo2 Topo8 Topo25 Topo15 Topo32 Topo27 Topo3 Topo12
PUB
MATERIAIS A LEVAR

Um quebra cabeças – o que vai ficar em casa e o que vai contigo nesta viagem vai sempre depender da tua rota. Por isso mesmo, a primeira coisa a fazer será um quadro com as temperaturas e percentagem de pluviosidade do(s) país(es) por onde vais passar, mas também com informações sobre doenças infeciosas e segurança...

Gap Yearroupa (claro, mas que roupa?)

Pensa bem antes de tentares pôr toda a roupa dentro da mochila, pois não vais desfilar, vais viajar! Se fores para um sítio quente, leva 2 t-shirts desportivas e 1 mais "normal”, dois calções (de banho, caso sejas rapaz, para que sirvam tanto para passear como mergulhar) / saias/ vestidos e uma camisola. Se fores para um sítio frio, faz o processo inverso, sem esquecer o cachecol, as luvas, um gorro e um bom kispo. Gap Year Roupa interior, é contigo, mas seis pares serão suficientes. Não te esqueças de levar calçado BEM confortável (meninas, isto não passa por levar saltos-altos, ok?!), como por exemplo umas sapatilhas e/ ou umas botas e uns chinelos, pois dão jeito para tudo. Roupa impermeável (casaco e calças).

Atenção: isto é o mínimo necessário, deves adaptar este armário à tua própria viagem. Deves levar ainda...

Gap Yearcanivete suíço (dar-te-á um jeitão para fazeres as coisas mais espantosas!)
Gap Yearminilanterna (se tiveres um telemóvel com uma boa lanterna, esquece Gap Year)
Gap Yearmosquiteira e repelentes (se fores para regiões críticas onde existam doenças perigosas, como a malária e o dengue)
Gap Yearficha tripla
Gap Yearadaptador universal
Gap Yearcartão de crédito e débito (idealmente de mais do que uma operadora, como Visa e Mastercard)
Gap Yearcartão de saúde europeu (se fores viajar pela Europa)
Gap Yeartelemóvel desbloqueado (caso compres um cartão SIM no país de destino para não pagares taxas altíssimas de roaming fora da UE). Se possível, leva um smartphone - existem variadas aplicações gratuitas que te podem ajudar na viagem, seja na conversão de dinheiro ou distâncias (ConvertPad) ou no planeamento turístico ( Triposo ou GuidePal). Podes também ler e-books (Aldiko) e jogar durante as viagens mais longas, ou usar o GPS (LocusFree) caso te percas. 
Gap Yeartoalha (a história da higiene - mesmo que fiques em "hotéis” que te disponibilizem uma, por vezes não as encontrarás muito [digamos] "branquinhas”...)
Gap Yearalmofada, tampões (ou mp3) e venda para os olhos – o trio que te pode salvar uma noite de sono (então nas viagens de autocarro da Índia...)
Gap Yearprimeiros socorros e comprimidos - mas não leves a farmácia inteira!
Gap Yearsaco de cama (este vai sempre na parte de fora da mochila, não atrapalha e é sempre bom ter uns lençóis lavados ou algo que te cubra o corpo durante as viagens mais frias)
Gap Yearmáquina fotográfica
Gap Yearbloco de notas e caneta
Gap Yearlinha e agulha
Gap Yearbolsa para se camuflar debaixo da roupa
Gap Yearcadeados e loquetes de bicicleta, para prenderes a mochila durante as viagens
Gap Yearfotografias tipo passe e fotocópias do passaporte – estas fotografias servirão para variadíssimas coisas, desde a obtenção de vistos à entrada dos países, como para compras de cartões SIM em alguns países
Gap Yearmochila - vê, experimenta e procura muitas antes de escolheres definitivamente. A mochila, idealmente, deve ter deve ter uma série de características que passamos a enumerar por ordem decrescente de importância:
1) ter 60 a 80 litros (depois de cheia, a mochila não deve ultrapassar 1/3 do teu peso)
2) não ter uma estrutura demasiado rígida
3) deve abrir até ao fundo com zipper
4) não ter bolsos pequenos (para que não te coloquem estupefacientes para servires de correio de droga sem saberes)
5) com argolas junto ao zipper para pôr cadeado
6) proteção que esconda as alças (flight cover)
7) mochila pequena anexada que possas pendurar nas alças da mochila grande (para que a pequena fique ao peito e a grande nas costas). Podes ainda usar esta mochila para andar a visitar locais.
8) costas ajustáveis
9) proteções impermeáveis (se a mochila que consideras perfeita não as tiver, compra à parte)
Gap Year mini-tripé

No final disto tudo, e mesmo que escolhas uma boa mochila, das dores de costas não te safarás.
Outras coisas que poderão dar jeito:


Gap Year computador portátil/ tablet - a quanto mais pequeno melhor
Gap Year auriculares e web-cam


A não levar:

Gap Yeartachos, pratos, copos e talheres – todos os hosteis que te disponibilizam cozinha têm, igualmente, todo o material necessário para os teus pratos de chef
Gap Yearpara os rapazes, espuma de barbear - água quente e espuma de sabão chegam e sobram
Gap Yearcartões do Serviço Nacional de Saúde, cartões de sócio do teu clube de futebol ou de acumulação de pontos do teu supermercado favorito. Nada disto vai ter alguma utilidade quando estiveres lá fora!
Gap Year a não ser que queiras ficar com regularidade a dormir em parques de campismos, a tenda só vai ser um grande incómodo para a tua viagem.
Gap Yearcomida - não te preocupes porque irás sempre encontrar algo para comer...


Conclusão: a regra é saber distinguir o essencial do acessório e o pequeno do grande. Com certeza não vais querer levar um boião gigante de champô ou uma cana de pesca para o teu GY...

Gap Year Não te preocupes, pois vais ter sempre oportunidade de lavar a tua roupa, ou através dos serviços do alojamento onde te encontras, em lavandarias, ou mesmo por ti próprio nos lavatórios dos sítios onde fiques a pernoitar.

Gap Year Para viagens nas quais passes por diversificados climas, equaciona a hipótese de comprar roupa em lojas da segunda mão nos países por onde passares para poupar espaço.

Para informações adicionais, coloca as tuas dúvidas no nosso fórum, onde vais, com certeza, obter uma resposta esclarecedora Gap Year
Patrocinadores, media partners e parceiros Gapyear
Facebook Vimeo
Design by: www.mediaminds.pt © 2017 Gap Year Portugal - Todos os direitos reservados