A Road Trip Gap Year Portugal já anda na estrada

4 meses, 2 viajantes e mais de 100 escolas e faculdades pelo país fora. A Road Trip Gap Year Portugal powered by Moche já está na estrada há exactamente 75 dias, mas as aventuras já chegam para escrever um livro!

O projeto mais ambicioso da AGYP fez-se à estrada numa pão de forma azul. O objetivo? Percorrer o país de norte a sul, em quatro meses, a divulgar o gap year e a dar a conhecer aos jovens portugueses, do ensino secundário e do ensino superior, que existe uma Associação pronta a ajudar naquilo de que precisarem!

De malas feitas e depósito cheio, partimos no dia 3 de Janeiro provavelmente para aquela que seria a jornada com mais altos e baixos da história da AGYP. Literalmente.
Lisboa foi a primeira paragem. 15 dias na capital portuguesa e já colhíamos contactos de futuros gappers, miúdos e graúdos! Mas não estávamos sozinhos. A crew mais fixe do Moche esteve sempre connosco até Alcobaça.

O João e o Fernando do Moche, numa escola em Santarém

Mosteiro de Alcobaça – Fotografia por Guilherme Afonso


Nunca tínhamos conduzido uma combi antes, mas foi pelas mãos da SurfinPortugal que o fizemos. Fizemos, não. O Nando fez porque, por esta altura, eu ainda não me tinha aventurado a conduzir a Eleanor. E, na verdade, só o fiz, mais tarde, com a Dorothy que esteve connosco durante três curtas semanas.
Seguiram-se Leiria, Santarém, Aveiro e Coimbra. 4:30 da manhã e toca o despertador. Estava na hora de nos despedirmos do Saudade Guest House e de rumar em direção a Caldas da Rainha. Pequeno almoço? Check! Material? Check! Grilo e Nando? Double check! Só não contámos com a carrinha não pegar e de ficar sem pedal. Seguiram-se 3 horas, em pleno coração da cidade de Lisboa, a tentar resolver o problema. 11 da manhã e já estávamos na Caldas. Mas como nenhum azar vem sozinho, desafio-vos a adivinharem quantas horas é que ficámos na Escola Secundária Bordalo Pinheiro depois da palestra, à pala da carrinha estar afogada em gasolina. Se 12 horas foi o vosso palpite, então estão certos! Não fosse o horário de fecho da escola às 00.30h.

Portas do Sol, Santarém – Fotografia por Guilherme Afonso

Noite estrelada em Santarém – Fotografia por Guilherme Afonso

Já em Aveiro, a chuva decidiu fazer-nos uma visita, mas isso não nos impediu de fazer a festa nas escolas. Pela primeira vez, entrámos com a carrinha literalmente pela escola adentro, na Escola Secundária José Estevão!

Pelo caminho, foram muitas as pessoas que nos acolheram. Desde já, um grande obrigado a todas! Em Aveiro, tivemos direito a uma free walking tour, dada pelo agyper Tiago Marques e em Coimbra ficámos a conhecer a vida académica, com a Joana, amiga do Guilherme, e com o gapper Rúben. Diurna e noturna, claro!

A crew da Road Trip com o Tiago Marques, em Aveiro


Na Figueira da Foz, juntou-se mais uma agyper à festa: a Inês. A Câmara Municipal proporcionou-nos um dia inesquecível! Depois de uma noite descansada no Hotel Costa de Prata, estivemos na companhia do João, do posto de Turismo da Figueira da Foz, que nos levou numa visita guiada à cidade com direito a gelado da Emanha.

A Inês e a Grilo na Praia da Cova, Figueira da Foz – Fotografia por Guilherme Afonso

Serra da Boa Viagem, Figueira da Foz – Fotografia por Guilherme Afonso

Mas foi na Invicta que nos mudámos para casa do Guilherme. De francesinhas na barriga e Andante no bolso, nada nos faltou durante estas duas semanas. Tirando a bateria da carrinha. Essa faltou… e várias vezes. Nestes dias, o Guilherme virou mecânico e eu… bem, eu virei instastories-teller profissional.
Época de exames terminada é sinónimo de palestras da AGYP. Atlantic Business School e FEP foram as primeiras faculdades a que fomos e, na segunda, contámos com a participação especial do Joe Santos, do Vencer Autismo.

Next stop? Braga!

Ainda não segues a página de Facebook da Road Trip Gap Year Portugal? Do que é que estás à espera?

Vê Também

Marta Cunha Grilo

O gosto pelas viagens é algo que lhe é intrínseco. Desde pequena que viaja pelo mundo fora e, até hoje, já passou por 28 países. Estuda Jornalismo na Escola Superior de Comunicação Social e prepara-se para fazer um mochilão pela América Latina após terminar o curso. O Erasmus que fez na Eslovénia em 2014/2015 foi um período decisivo na sua vida: apercebeu-se de que queria ser Jornalista de Viagens. Na AGYP, é uma das pessoas responsáveis pela Gestão do Blog, um projeto que abraçou sem pensar duas vezes.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *