6 anos – por ti e para ti

Celebramos 6 anos de vida – dedicados ao futuro dos jovens, ao gap year e à auto-descoberta. 

Há 6 anos que impactamos as novas gerações: tanto os gappers, que têm oportunidade de realizar o seu projeto – com a nossa ajuda – para que seja um ano rico, variado e cheio de novas experiências, como os milhares de estudantes que alcançamos nas visitas às escolas e feiras de educação, assim como todos os membros da equipa que saem da Gap Year totalmente capazes de integrar o mercado de trabalho e fazer o “salto” entre a vida de estudante e a vida adulta. O que nos move é que te movas.

Tudo começou em Carregal do Sal, quando, em 2011, Gonçalo Azevedo Silva foi convidado a dar uma palestra de tema livre na sua escola. E qual seria o assunto escolhido? O conceito de gap year, está claro. Terminou a apresentação com uma pergunta em tom de brincadeira “Mãe, pai, posso ir nesta aventura?” – que se tornou muito mais do que isso.

Passado um mês, e já com os planos da faculdade a avizinharem-se, Gonçalo recebe um telefonema do Dr. Carlos Torres, Presidente da Fundação Lapa do Lobo, no qual lhe propunha a possibilidade de fazer o seu próprio gap year, com um amigo, totalmente financiado. Convite mais do que aceite: lá foi Gonçalo rumo à Tailândia, enquanto que os seus amigos estavam todos na faculdade a seguir o percurso tradicional. Durante o seu gap year, cheio de aprendizagens, reflexões e novas experiências, muito se questionou sobre o porquê de o gap year não ser uma opção possível no caminho dos jovens, em Portugal. 

Assim, no dia 13 de Outubro de 2013, Gonçalo fundou a primeira organização em Portugal com o objetivo de promover o conceito e apoiar todos os jovens que o queiram fazer.  Desde 2013 até aos dias de hoje muita coisa mudou, mas algo permanece igual: a missão de te ver a mexer, a quebrar com o comum e a sair da tua zona de conforto.

6 anos é muito tempo. São muitas pessoas. E são muitas memórias. De uma equipa sem pessoas a uma grande equipa, do nosso próprio quarto à sede em Lisboa, das ineficiências ao profissionalismo, dos “nãos” de patrocinadores aos “sins” dos patrocinadores, da imaturidade à responsabilidade. A ida ao parlamento, as reuniões com secretários de Estado e com o Ministro, as viagens de equipa, as noitadas, os eventos, os erros, as reuniões polémicas, a ambição, mas também a diversão e a amizade. Mas acima de tudo, o impacto nas pessoas. Não há nada que tenha sido mais compensador para nós do que o prazer de ver um jovem, saído de uma palestra nossa, com o olhar de quem descobriu que o mundo e os seus sonhos estavam, afinal, ao seu alcance.A evolução da Gap Year Portugal, ao mesmo tempo que foi rápida, tomou muito tempo. Ao mesmo tempo que foi empolgante, foi exigente. Ao mesmo tempo que soube a sucesso, soube a derrotas. Mas o resultado é claro e voltava a fazer tudo outra vez.

– Gonçalo Azevedo Silva, Fundador e Chairman da Gap Year Portugal

Gap Year muda a vida de centenas de jovens todos os anos, mas mais do que números, importa-nos o verdadeiro impacto que causamos em cada um deles. Recebemos milhares de estudantes na Futurália; 230 participantes no nosso evento anual, o Gap Year Summit; já financiámos o gap year de 4 jovens, através do Concurso Gap Year Portugal e visitámos mais de 83 escolas secundárias e 16.000 alunos pelo país inteiro, com a Road Trip Gap Year Portugal powered by Moche. E sabes que mais? Tudo isto foi criado com uma pequena ideia, daquelas que por vezes nos surgem a meio da noite e nos deixam meio inquietos. E sabes o que é ainda mais incrível? Todos nós temos o poder de levar avante os nossos sonhos, ideias e projetos, de passá-los de uma vaga ideia, a um projeto planeado; do papel, para a realidade.

Melhor do que qualquer escola, qualquer curso ou qualquer experiência; a Gap Year Portugal foi o crescimento, foi o ter que fazer, o ter que aprender, as mangas arregaçadas para ter que me desenrascar. E tudo isto na melhor companhia. Porque a Gap Year Portugal também é isso, uma grande família, os melhores amigos.

– Mónica Rodrigues Pinho, Alumni e Ex-Diretora de Comunicação

O longo caminho que percorremos até aqui mostra que é possível passar de uma ideia e uma pessoa a uma equipa com mais de 40 jovens e à missão de levar a nossa geração mais além.

Porque o que nos move é que te movas.

E para o futuro? Desejamos que o conceito de gap year seja ainda mais universal e que seja posto em prática por todos os jovens do ensino secundário, por representar um crescimento e desenvolvimento pessoal incomparável.

“Easy choices, hard life. Hard choices, easy life.” (Jerzy Gregorek). Procuramos criar a rotura num sistema linear. Uma pausa  necessária para quem tem coragem. Um ano diferente para um modelo igual. Temos uma visão. Um Portugal com mais mundo. Mais pró-activo. Mais aberto. Mais mudado. Fazemos hoje 6 anos de existência e acreditamos cada vez mais num Portugal que escolhe o diferente. Que escolhe o difícil. Que escolhe o gap year. O que nos move é que te movas e acreditamos cada vez mais num gap year como possibilidade para todos.

– João Pedro Carvalho, CEO da Gap Year Portugal

Gapyear

gapyear

Test desc

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *