Da Europa ao Extremo Oriente | O 1º mês

A Joana e o Tiago completaram o seu primeiro mês de gap year e contam-nos o que aconteceu até agora.

Para saberes como tudo começou, lê o primeiro post aqui.

Fecharmos as mochilas foi o momento que nos separou das nossas vidas mundanas. Deixámos para trás os nossos empregos e entrámos num avião com destino a Budapeste: tínhamos um gap year à nossa espera. Desde esse dia até hoje – precisamente um mês depois – vivemos coisas que de outra forma, em frequência e intensidade, precisaríamos de anos para passar.

Apanhámos centenas de boleias. Levaram-nos camiões, polícias, ciganos e porsches. Acampámos na praia, ao lado de um castelo, em jardins alheios. Fomos convidados a ficar em famílias, revimos grandes amigos, fizemos muito couchsurfing, dormimos em casas de estranhos que nos convidaram na rua. Passámos noites em comboios e autocarros. Fotografámos os Ruin Bars de Budapeste, fomos a Chernobyl, a um país que não existe, percebemos a pobreza e a bondade da Moldávia, fomos apanhados por uma tempestade romena que nos inundou a tenda e toda a roupa, vimos praias incríveis na Bulgária, fomos a uma enorme montanha de calcário e acordámos antes das 4 horas da manhã para ver os balões de ar quente da Capadócia. Conhecemos, rimos, stressámos, crescemos e aprendemos. Muitos dias, quando nos deitávamos, custava-nos acreditar em tudo o que tínhamos passado.

E tu, estás à espera de quê? O mundo está à tua espera. Manda-te.

Podes acompanhar as aventuras da Joana e do Tiago a partir do Facebook, do Instagram e do nosso blog. Os gappers vão partilhar connosco uma vez por mês as suas mais divertidas aventuras e descobertas.


Contacta o nosso departamento de Apoio ao Gapper e esclarece eventuais dúvidas em apoio@gapyear.pt. Encontramo-nos pelo mundo. Até já!

Gapyear

gapyear

Test desc

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *